Tudo sobre Cajón del Maipo

Tudo sobre Cajón del Maipo

Cajón del Maipo é certamente o nomes mais mencionados pelos turistas brasileiros que veem a Santiago, mas muita gente não sabe ao certo que lugar é esse. Muitos confundem Cajón del Maipo com Embalse El Yeso, e te sinto te informar, mas não é a mesma coisa.

Cajón del Maipo é o nome de uma região grande da cordilheira dos Andes, próxima a Santiago, e o Embalse El Yeso é o nome da represa, que fica dentro desta região. Muita gente confunde os dois nomes, pois antes os passeios visitavam esta represa, que deixou de ser acessível ao público em junho de 2019, devido um acidente com duas crianças.

Este pedaço da cordilheira é considerado o verdadeiro pulmão de Santiago, já que o clima da capital é bastante seco, enquanto em Cajón del Maipo você encontrará muito verde, rios, lagos, e muito mais.

O que tem para fazer em Cajón del Maipo?

Este é um lugar com dezenas de atrativos turísticos, muitos deles pouco explorados por estrangeiros. Entre eles:

Embalse El Yeso – A represa é o ponto mais conhecido deste setor da cordilheira, e ficou muito popular pelos brasileiros por causa da funkeira Ludmilla, que gravou um clipe lá. O acesso ao local foi fechado peo governo do Chile em junho de 2019, sem data para reabertura. Existem algumas pessoas (brasileiros) que estão entrando no local até hoje, mas vale lembrar que é crime.

Ludmilla durante gravação de clip no Embalse El Yeso, em Cajón del Maipo

Termas de Colina – Essa terma é o segundo ponto mais visitado por turistas, sobretudo os brasileiros. O local possui 7 piscinas naturais, com águas azuis, bem próximo ao vulcão San José. Do local se tem um vista incrível da cordilheira. Definitivamente é uma experiência única.

Vale lembrar que esta não é a única termas da regiao, em Cajón você também tem: Termas Baños Morales e Termas del Plomo.

Termas de Colina em Cajón del Maipo

Santuário Natural Cascada de las Animas – A atração está localizado no meio de uma paisagem de incrível beleza natural, com cerca de 3600 hectares, com florestas nativas, montanhas, vales e cachoeiras. O lugar oferece atividades como: caiaque, cavalgada, entre outros. Poucas agências oferecem passeio para este lugar.

Piscina do Santuário Natural Cascada de los Animas

Parque Salto El Yeso – Inaugurado em 2019, o local é uma parada obrigatório no passeio Cajón del Maipo vendido pela maioria das agências de turismo. No local há um rio, de onde é possível chegar em uma caminhada de menos de 5 min, além de uma cachoeira, conhecida como “cachoeira escondida” – chegando lá você vai entender o motivo do nome. Neste lugar geralmente as agências fazem o pic nic do passeio, em um lugar incrível, no meio das montanhas e de onde se vê a geleira El Morado.

A lista de coisas para conhecer na região é imensa, então paramos por aqui, por enquanto!

Como funciona os passeios para Cajón del Maipo?

Atualmente existem 3 passeios para Cajón del Maipo:

Passeio Cajón del Maipo e Parque El Yeso – uma oportunidade para conhecer a cordilheira dos andes, e durante o inverno dá para ver muita neve! O valor do passeio custa entre CLP$ 25.000 e CLP$ 32.000, dependendo da agência.

Passeio Termas de Colina – também é ótimo para conhecer a cordilheira dos andes, com o diferencial de relaxar nas águas termais, aquecidas pela atividade vulcânica do grande San José! O valor do passeio custa entre CLP$ 40.000 e CLP$ 60.000.

Passeio pelo Andes – é um paseio muito parecido com o tradicional, citado acima, mas não se visita o Parque El Yeso, e sim o santuário Cascada Las Animas, onde voce poderá andar a cavalo. Custa entre CLP$ 50.000 e CLP$ 65.000.

Vale a pena ir a Cajón del Maipo por conta própria?

Chegar até a região não é díficil, mas achar os atrativos turísticos não tão. Vale lembrar que é uma região de muitas montanhas, com pouco tráfego, e muitas vezes sem sinal de internet.

Na temporada de neve, é ainda mais complicado, com gelo nas estradas, trechos sem asfalto e com muita neve, e ribanceiras. A região é muito sensível a neve, e geralmente a estrada fecha quando comeca a nevar, ou até 1 ou 2 dias depois que cai neve – Ninguém entra, ninguém sai.

Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *